Portuguese English French German Spanish
Junior Castro
Junior Castro

Palestra: Uma extensão da mente sonora

O professor Júnior Castro explica e incentiva o processo de pensar em frases musicais e passar essas ideias para o instrumento. Qual o processo, como praticar, como adquirir essa habilidade é explanado pelo professor. Aborda a importância do solfejo, que é um dos fundamentos para qualquer músico que queira desenvolver seu ouvido musical e também nos passa o conceito de notas puras, para que o estudante foque em tirar o som cada vez mais "limpo e puro". Júnior nos incentiva a termos boas referências musicais para que isso possa contribuir com nossa formação e molde nossa personalidade sonora e interpretativa. Finaliza abordando a importância das transcrições e como isso contribui para o desenvolvimento musical.

Junior Castro é um músico brasileiro que pesquisa diversos gêneros musicais no âmbito instrumental. Atualmente, se dedica ao estudo étnico da musicalidade amazônica, indiana e africana, para citar alguns. Toca saxofone, gaita cromática, flauta doce e flauta transversal.
Iniciou seus estudos musicais experimentais no teclado digital no ano de 2004 na cidade de Santarém, mas foi apresentado a um universo mais amplo da música na cidade de Manaus, onde estudou teoria musical, história da música e harmonia com os professores Daniel Cauper e Ednelson Barbosa, com o qual também estudou clarinete e saxofone alto. Retornou a sua terra natal (Santarém) por volta do ano de 2008, onde teve a oportunidade de integrar dois importantes grupos orquestrais da cidade: Orquestra Jovem Maestro Wilson Fonseca e Filarmônica Municipal Professor José Agostinho.
Participou como músico e produtor em diversos festivais de música amazônica, dentre eles: Fecan Trombetas 2008, Fecan Santarém 2012, projeto "As Amazonas do Tapajós" (2011), Encontro das Artes de Santarém (2008 a 2012), Servifest – Santarém (2012, 2013 e 2014), Sairé (2012, 2013, 2014 e 2015), 3ª edição do Festival de Música do Tapajós (2015 e 2016), Canta Santarém (2015 e 2016), FEMPO – Oriximiná (2015), TAPAJAZZ Festival (2014 e 2015) dentre outros. No ano de 2013, seu grupo (Grupo Tapajós Instrumental) foi selecionado para o XXVI Festival Internacional de Música do Pará. Participou também do projeto "Da Lapa ao Mascote" (2013), do violonista Sebastião Tapajós (turnê Pará e Rio de Janeiro). Junior é constantemente requisitado por artistas do norte do país que trabalham com estilos musicais variados, e com estes, participa de shows, turnês e de gravações em estúdio ou ao vivo.
Atualmente, Junior Castro está produzindo o seu primeiro disco intitulado “Saxofonema Amazônico”, no qual dá ênfase a composições autorais baseadas em suas vivências musicais na Amazônia brasileira e em suas pesquisas a respeito da música de outras regiões do Brasil e do mundo. Junior também faz parte do projeto “Canto, Cordas e Palhetas”, em parceria com os guitarristas paraenses Júlio Tapará e Edmarcio Paixão. Esse novo disco é dedicado à cultura musical paraense e será lançado em breve.
Junior Castro é acadêmico do curso de Licenciatura Plena em Música pela UEPA e atualmente é professor em escolas, projetos sociais e no Instituto CR - Centro de Artes da Amazônia, onde também atua como músico e diretor musical do grupo Muiraquimbó Orquestra.

Deixe um comentário

Você está comentando como visitante.

ACESSO

Use seu login e senha para acessar as palestras do SIMSAX 2015 OU SEU CONTEÚDO OURO